sexta-feira, 9 de dezembro de 2016

O futebol, a vida e o jornalismo esportivo! A primeira Copa do Brasil é do Grêmio!

O primeiro campeão da Copa do Brasil: Mazaropi, Edinho, Alfinete, Luis Eduardo, Jandir e Helcio; Assis, Cuca, Nando, Lino e Paulo Egídio
Alô, amigos!

GRÊMIO X SPORT -  PARTE III (1988-1994) 

SETEMBRO DE 1989

Um time cujo o craque era um garoto formado nas categoria de base do Grêmio. Roberto de Assis Moreira, ou simplesmente Assis, levou o tricolor a umas conquistas mais importantes do clube naqueles tempos. Afinal de contas era a primeira edição da Copa do Brasil, e mais do que isso, o clube estava conquistando uma vaga para a Libertadores da América e o sonho de voltar a Tóquio em 1990. 

"O Grêmio conseguiu unir a força dos jovens com jogadores mais experientes e venceu em menos de dois meses o segundo título. Um Gauchão e a Copa do Brasil. Foi uma das melhores sensações que já tive na vida, porque era a primeira vez que eu gritava “é campeão” em um estádio de futebol: o meu-time-é-campeão-e-nada-mais-importa. Estava muito quente apesar de ainda estarmos no final do inverno no sul do Brasil. Eu estava com a sensação de que seríamos campeões" 

No primeiro jogo entre as duas equipes havia acontecido um empate de zero, o que dava a chance do Grêmio conquistar o título com uma vitória simples. Começa o jogo! Aos 9 minutos, o garoto Assis acerta um bonito chute e marca o primeiro gol da partida. Explode o mar azul. E num gol incrível o Sport empatou. O goleiro Mazarópi ao tentar cortar fez contra. 

Assis fez o primeiro gol na decisão contra o Sport no Estádio Olímpico
Silêncio total no estádio, até parecia enterro, Deus me livre! Mas no logo no início do segundo tempo, Cuca recebeu a bola e desferiu uma bomba que paralisou o veterano goleiro Rafael. Poucas vezes o Olímpico, e eu mesmo, vi uma explosão tão grande de alegria de uma torcida. Era o segundo título nacional do Grêmio e o primeiro em casa. Quando o juiz apitou o final do jogo, eu tive vontade de invadir o gramado, assim como fizeram alguns torcedores mais malucos. Fiquei ali, parado de alegria na arquibancada, às vezes abraçando e recebendo abraços dos meus amigos. Eu estava feliz. 

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...