sexta-feira, 17 de abril de 2015

Está na hora de debatermos o futuro do futebol gaúcho!

Precisamos pensar no futuro do futebol gaúcho
Porto Alegre (RS) - Neste final de semana teremos os jogos de volta da semifinal do Campeonato Gaúcho. No sábado, às 16h, jogam na Arena, Grêmio e Juventude. O tricolor tem a vantagem já que venceu o jogo de ida pelo placar de 1 a 0. No domingo, às 16h, no Estádio Beira-Rio, o Internacional encara o Brasil de Pelotas. Na primeira partida o colorados e xavantes empataram em 1 a 1.

Nota do editor: Sinceramente, do jeito que está não dá pra ficar! O futebol do interior está morrendo a míngua. E nós não podemos deixar isso acontecer, afinal, muitas famílias dependem do futebol. Os grandes clubes, leia-se aqui, dupla Gre-Nal, não estão nem aí para os clubes do interior. E a grande imprensa também. Para eles, é o que menos importa. Digo isso com propriedade, pois trabalhei em uma emissora de rádio de Porto Alegre. Por isso, temos que nos apressar para que a tragédia já anunciada não aconteça. Não quero uma rebelião contra o presidente da Federação Gaúcha de Futebol (FGF), Francisco Noveletto, muitos antes pelo contrário. Quero contar com ele! Precisamos realizar um GRANDE SEMINÁRIO para debatermos o futuro do futebol gaúcho. Os clubes do interior estão totalmente sem dinheiro e estão quebrando ou quebrados. O Gauchão não está bem. São apenas dois meses de competição. Assim fica inviável fazer futebol. Temos que encontrar uma alternativa. Convoco os dirigentes do interior para que possamos realizar este debate, lógico, com apoio da FGF. Quem concorda comigo deixe o seu recado nas redes sociais! Quem discorda também, é claro! Vamos reagir! Não podemos deixar que a morte atropele os nossos tradicionais clubes gaúchos.