segunda-feira, 14 de setembro de 2015

Hélio Vieira ou Abel Ribeiro? Quem será o treinador do Aimoré no Gauchão?

Abel Ribeiro e Hélio Vieira são dois grandes treinadores
São Leopoldo (RS) - Nesta semana o presidente André Schu do Aimoré poderá definir o nome do novo treinador do Índio Capilé para a disputa do Campeonato Gaúcho do ano quem vem. Vários nomes estão em uma lista que está sendo muito bem analisada pelo presidente André Schu e pelo diretor de futebol executivo Luis Fernando Hannecker. Além do anúncio do novo treinador, o clube leopoldense tem como objetivo, antes de iniciar a pré-temporada visando 2016, de fazer uma ampla reestruturação para receber tanto a comissão técnica quanto o novo elenco de jogadores.

Nota do editor: Alô, amigos! Sim, vários são os nomes nesta lista do presidente André Schu. Muitos empresários ligando demasiadamente, tanto para o presidente quanto para o Luis Fernando Hannecker. Os dois devem estar de saco cheio de tanto atender telefone e de falar ao WhatsApp. Porém, tenho uma informação que dos quase 15 treinadores que foram oferecidos, dois estão sendo analisado com mais detalhes: Hélio Vieira e Abel Ribeiro. Os dois já trabalharam no Índio Capilé e conhecem a estrutura ou a falta de, do Aimoré. Abel Ribeiro comandou o clube em 2010 quando o time de São Leopoldo ainda estava buscando voltar aos seus melhores dias. Conheço bem o Abel, trabalhei com ele no Novo Hamburgo em 2007 quando eu era assessor de imprensa. É um treinador que trabalha bastante, é detalhista, exige de jogadores desempenho melhor e dos dirigentes uma boa estrutura. Tem o estilo do Muricy Ramalho. Já o Hélio Vieira não tive a oportunidade de conhecê-lo no dia a dia, mas sei do seu potencial. No Gauchão do ano passado salvou o Aimoré de uma queda pra Divisão de Acesso. Sinceramente, os dois são bons nomes para o Aimoré. Aquele que o presidente André Schu escolher, com certeza estará fazendo uma ótima opção! Mas, todo mundo me conhece, não sou de ficar em cima do muro quando o assunto é opinião, por isso, eu traria o Abel Ribeiro. EM TEMPO: Talvez o presidente desista de um destes dois nomes, afinal, no futebol tudo muda de uma hora para outra!