terça-feira, 8 de setembro de 2015

Vamos parar de reclamar da arbitragem, por favor!

Está cada vez mais difícil ser árbitro de futebol
Pelotas (RS) - Em uma partida emocionante, Brasil de Pelotas e Tombense empataram por 2 a 2, no último domingo, no Beira-Rio, em duelo válido pelo Grupo B da Série C do Brasileiro. Responsável por substituir o artilheiro Leandrão, que acertou com o Vasco, Nena não decepcionou e marcou os gols do Xavante. Adeilson e Coutinho fizeram para o time mineiro. Na próxima rodada, o Xavante pega o Madureira no Rio de Janeiro, às 11h, no sábado.

Nota do editor: Alô, amigos! Sinceramente, estou cansado em ouvir mais 90% das pessoas que fazem parte do futebol a cada rodada reclamando deste ou daquele árbitro! Realmente o Brasil de Pelotas foi prejudicado, no gol do Tombense a bola não entrou, atrapalhando a vida do xavante na competição. Mas, convenhamos, o árbitro é um ser humano e erros acontecem. Jogadores erram gols, treinadores erram nas substituições, locutores esportivos muitas vezes narram gol que não foi, são erros e ninguém fica a semana inteira no mimimi. Os jornalistas esportivos, principalmente os comentaristas de arbitragem tem monitor a sua frente e pode ver e rever quinhentas vezes antes de dar a opinião. Estou revendo meus comentários em relação a arbitragem. Lógico que muitos árbitros não estão preparados para apitarem determinados jogos. Em cima disso, acho que vale a crítica. Mas creio que ninguém vai errar pra prejudicar ou ajudar qualquer equipe. Vamos deixar os árbitros trabalharem em paz!