sexta-feira, 10 de junho de 2016

Apesar da estreia na Série D, dívidas preocupam o Novo Hamburgo!

A bola volta a rolar no Estádio do Vale neste domingo pela Série D do Brasileirão. Fotos: Giovani Júnior/ECNH
Alô, amigos!
Estamos chegando próximo de uma estreia do Novo Hamburgo em mais uma competição nacional, desta vez o Campeonato Brasileiro da Série D. Domingo, o time anilado entra em campo pela primeira vez no campeonato e terá como adversário o J. Malucelli, do Paraná. A expectativa é de casa cheia, que o torcedor compareça e ajude! Todos os anilados estão ansiosos para ver a equipe em campo.

Porém, por trás de tudo isso tem os dirigentes, que estão fazendo de tudo para que o Novo Hamburgo dispute a Série D e ao mesmo tempo tenha vida saudável! E a vida financeira do clube é bem preocupante. Foram anos de erros administrativos que estão estourando agora. E o presidente que assumiu Luiz Schaidt terá que ter habilidade de craque para driblar os problemas.

O que mais preocupa são as dívidas trabalhistas que estão sendo movidas por jogadores que nada fizeram pelo clube e que nem entraram em campo oficialmente. Um destes jogadores está pedindo em torno de R$ 1 milhão de reais. Imaginem? Este valor para um clube do interior é uma imensidão. Outro jogador quer fazer acordo, mas neste acordo ele pede em torno de R$ 400 mil. Isso sem contar com dívidas com fornecedores. E somando tudo isso, neste momento o anilado está com um deficit de aproximadamente R$ 1,5 milhão. Bastante preocupante!

Presidente Schaidt está bastante motivado
Inclusive, estive conversando com o presidente Schaidt, numa bela sala construída por ele, com dinheiro dele, sobre os projetos que tem para os próximos dois anos da sua gestão. Schaidt está muito motivado e em alguns momentos passa dos limites da normalidade, mas isso, do meu ponto de vista, é positivo. 

Schaidt iniciou o processo de pagamento das dívidas, e deixou claro que tentará resolver estas pendências e não se preocupa com o futebol. Para ele o mais importante agora é estruturar o clube e não buscar classificação ou título. Concordo em parte com ele, mas convenhamos, o time indo bem, tudo em volta começa a se resolver. Cair para outra divisão pode ser o fim de um clube. Temos vários exemplos em todos os lugares.

Presidente quer aproximar o Noia ainda mais da comunidade
O presidente também me disse que uma das suas metas é aproximar o Novo Hamburgo da comunidade, colocado embaixadores nos bairros. Isso é sem dúvida, fundamental! Mas para isso, a humildade de todos os dirigentes será extremamente necessário! E a imprensa local, que divulga as notícias do clube dia e noite, deve ser RECONHECIDA e VALORIZADA pelos dirigentes na tentativa desta aproximação!  Fica a dica!

FIQUE LIGADO, ESTOU DE SEGUNDA A SEXTA-FEIRA NO FÓRUM DEBATES DA RÁDIO ABC 900 AM 
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...