segunda-feira, 11 de julho de 2016

Jogo dos sete erros do presidente colorado Vitório Piffero!

Presidente Vitório Piffero acumula um erro atrás do outro. Foto: Internacional
Alô, amigos!
Sinceramente, esta administração do presidente Vitório Piffero está sendo uma verdadeira decepção! Não esperava jamais um desmando tão grande por parte de um dirigente que convenhamos, tem a sua história registrada nos anais do clube, afinal de contas, era o vice-presidente de futebol nos títulos da América e do mundo em 2006, e presidente do bi da Libertadores em 2010. 

Porém, nesta segunda passagem no comando do Internacional, Piffero se notabiliza pelas decisões errôneas que tem marcado a sua administração. Ele, de forma frequente mistura o executivo com o futebol. E aí, não faz corretamente nem uma coisa e nem outra. E, talvez, por isso, dentro de campo tem sido um fiasco. Em quase dois anos no comando do colorado, Piffero, acumulou SETE ERROS que determinam o momento difícil que o clube está enfrentando:

1 - O primeiro erro do Vitório Piffero foi durante a sua campanha conversar com o Tite, que disse NÃO, deixando o então Abel Braga a ver navios. Nem ao menos teve uma bate-papo com o treinador que levou o Inter a maior conquista, aliás, quando Piffero era o vice de futebol;

Piffero brigou com Mano Menezes
2 - O segundo erro, este quase infantil, foi dizer que não trabalharia com o treinador Mano Menezes, um dos principais técnicos do futebol brasileiro. A partir desta declaração, fechou as portas para que o profissional pudesse trabalhar com ele no Inter;

3 - Na véspera de um Gre-Nal, no ano passado, durante o Campeonato Brasileiro, o presidente ´mandão`, demitiu o técnico Diego Aguirre, com o argumento de que precisava criar um fato novo para o clássico. Um erro absurdo que custou muito caro. O Inter acabou sendo goleado por 5 a 0;

Contratação do Anderson foi um baita erro
4 - Foi contratar o meia Anderson com salário alto para o padrão econômico do futebol brasileiro. Até o momento, o ex-gremista não conseguiu dar a resposta necessária dentro de campo;

5 - A contratação do treinador Argel Fucks foi erro de avaliação do presidente Vitório Piffero. O treinador não está preparado para dirigir um clube da grandeza do Inter, ainda mais com o presidente querendo escalar a equipe;

Torcedor não engoliu a saída do D´Alessandro
6 - A saída do craque e ídolo D´Alessandro até hoje não foi esclarecida. O torcedor não engoliu o empréstimo do argentino para o River Plate. O time está sentindo a sua falta em campo. A quem diga que ocorreu uma briga feia entre ele e o presidente;

CLIQUE NA IMAGEM E VEJA O ANÚNCIO
7 - A demissão do treinador Argel deveria ter acontecido antes do começo da temporada. O time chegou a liderar o Brasileirão, mas caiu muito de produção. Agora, a saída do Argel está ocorrendo por pura pressão da imprensa.




Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...