quinta-feira, 7 de julho de 2016

Voa, canarinho, voa!

Time do Ypiranga (amarelo) foi gigante diante do Fluminense
Alô, amigos!
Por um lado, estou preocupado com o futuro do futebol do interior gaúcho, principalmente com os clubes de menor estrutura, ainda que sejam tradicionais, mas por outro lado, estou muito feliz com o desempenho nesta temporada de clubes como o Ypiranga de Erechim. Um trabalho sério que vem sendo desenvolvido há bastante tempo, sem se deixar levar pelo fanatismo ao dinheiro que leva muitos dirigentes para o abismo da morte de um clube.

Em 2014, o Ypiranga estava na Divisão de Acesso do futebol gaúcho, a nossa segundona. De lá para cá se organizou, colocou foco, manteve o mesmo treinador e conquistou resultados que causa inveja a muitos clubes. Foi assim também com o Brasil de Pelotas, que ressurgiu das cinzas de uma segundona para Série B do Brasileirão!

Um dos grandes responsáveis pela evolução do Ypiranga foi sem dúvida nenhuma o meu amigo Leocir Dall´Astra. Ele está completando quatro anos no comando do canarinho e junto com o técnico Rogério Zimmermann, é o treinador mais longevo dirigindo um time no futebol gaúcho e acredito também em todo o Brasil! 

Competente treinador Leocir Dall´Astra comanda há quatro anos o Ypiranga

Na Série C do Brasileirão deste ano, acesso conquistado no ano passado, o Ypiranga está no G4 do Grupo B. Na Copa do Brasil, o Ypiranga está na terceira fase e nesta quarta-feira arrancou empate em 1 a 1 com o Fluminense no Rio de Janeiro. Ou seja, está muito próximo de chegar às oitavas de final. É um momento histórico para o clube de Erechim. O título desta opinião faz referência a uma música do ex-jogador Júnior (hoje comentarista da Globo) para a seleção brasileira de 1982 na Copa da Espanha. Mas, neste caso, o título serve para o glorioso Ypiranga!

Assim, sinceramente, dá gosto de escrever sobre o futebol do interior. Quero parabenizar estes dirigentes que fazem um trabalho sério e que não tentam vender seus clubes para empresários falcatruas como vem acontecendo por aí!

PS: Tomara que este exemplo do Ypiranga, Brasil de Pelotas e Juventude possam ser seguidos por Novo Hamburgo, Caxias, São José e São Paulo de Rio Grande, que neste momento disputam a Série D do Brasileiro. 

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...