domingo, 18 de setembro de 2016

Quem foi melhor no Clássico do Vale, Aimoré ou Novo Hamburgo?

Clássico do Vale tem bastante equilíbrio neste domingo pela manhã no Estádio Cristo Rei. Fotos: Giovani Júnior/ECNH 
Alô, amigos!
Na manhã deste domingo estive trabalhando no Clássico do Vale pela Rádio ABC 900 AM e confesso que gostei do jogo. Foi uma partida muita equilibrada, e acredito que o resultado de 1 a 1 foi justo! A seguir algumas situações que marcaram o Clássico do Vale de número 87:

1 - Jogando em casa, o time do Aimoré se expôs muita mais do que quando atuou no Estádio do Vale, por isso, na minha opinião tornou o jogo mais atraente, afinal de contas, a equipe treinada pelo Claiton possui bons jogadores;

2 - O Novo Hamburgo por sua vez também quis jogar, foi pra frente em busca do gol, mas encontrou uma defesa bastante consolidada e novamente os erros ofensivos prejudicaram o time do Ben Hur Pereira;

3 - No segundo tempo, o técnico Claiton fez uma alteração que desorganizou o sistema defensivo do Novo Hamburgo, quando Roger Bastos entrou no time, mostrando a boa leitura de jogo por parte do treinador do Aimoré;

Time de Ben Hur Pereira sentiu a falta do meio-campista Preto
4 - O grande número de desfalques no time do Noia prejudicou o entrosamento em campo. Preto e Danilo Goiano fazem muita falta ao time anilado. Principalmente o meio-campista Preto;

5 - Ao final do clássico, o técnico Claiton reclamou que a arbitragem prejudicou o time do Aimoré. Discordo. David Baquini teve uma boa atuação;

6 - Duas situações marcaram negativamente o Clássico do Vale deste domingo pela manhã: pouco número de torcedores, no máximo 200 entre aimoresistas e anilados e a briga no final da partida envolvendo alguns imbecis. Os torcedores destes dois clubes já são poucos e ainda brigam entre si? Uma vergonha. 

Enfim, acredito que nem Aimoré nem Novo Hamburgo, o resultado ficou de bom tamanho pelo futebol apresentado pelas duas equipes.


Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...