quarta-feira, 22 de fevereiro de 2017

Por que estou falando pouco do Aimoré?

Segue a preparação do técnico Claiton com o grupo de jogadores do Aimoré. Foto: Facebook Pessoal

Alô, amigos!
Sinceramente, reconheço a minha falha enquanto jornalista esportivo ligado ao futebol do Vale do Sinos, por ter opinando pouco ou quase nada neste mês sobre a preparação do Clube Esportivo Aimoré para a disputa da Divisão de Acesso a partir de março. Entretanto, de imediato, tento logo me explicar, especialmente para os torcedores do Índio Capilé, do qual tenho o maior respeito.

"É necessário dizer que o Gauchão tem me consumido, principalmente pela campanha do outro clube do Vale do Sinos: o Novo Hamburgo. Acredito que o torcedor compreenda esta importância que tem se dado do rival. Quando a bola rolar pela Divisão de Acesso, as coisas mudam e com maior frequência o Aimoré será notícias, não só aqui no blog. Embora não tenho escrito praticamente nada sobre o Índio, tenho acompanhado a preparação, conversado com o técnico Claiton, e sei que o time está focado para o campeonato e segundo o seu treinador brigará por uma das duas vagas à elite do futebol gaúcho em 2018"

Com mais de 150 jogos com a camiseta do Aimoré, Faísca é um dos principais nomes do time. Foto: Matheus Beck

Confio no trabalho do Claiton, tenho certeza que ele fará o melhor. A estreia do Aimoré na Divisão de Acesso será no dia 6 de março, contra o Internacional de Santa Maria, às 20h, no Estádio Cristo Rei, em São Leopoldo. 

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...