sexta-feira, 10 de fevereiro de 2017

A vida, o futebol e o jornalismo esportivo!

Mestre Telê Santana comandou o grande time do São Paulo do início dos anos 90

Alô, amigos!

GRÊMIO X SÃO PAULO - PARTE III (1988-1994) 

OUTUBRO DE 1993

Saímos depois do encerramento do expediente da loja em direção ao Estádio Beira-Rio para assistir o jogo entre o Grêmio e São Paulo pela Supercopa da América. Isso mesmo, jogo do Grêmio no Beira-Rio. Explico: o Olímpico estava interditado, pois ouve uma confusão em uma partida internacional e a Confederação Sul-americana de Futebol acabou punindo o tricolor com perda do mando de campo por uma partida. Mas mesmo assim o Grêmio poderia jogar em Porto Alegre, então o Inter (veja só que destino) cedeu o seu estádio, a sua casa, para o maior rival. 

"Da arquibancada eu tentava passar a minha euforia para o time do Grêmio em campo, enquanto tomava uma cerveja. O time do São Paulo era realmente um timaço, comandado por Telê Santana. Com Cafú, Cerezo, Dinho, Palhinha, Müller. O atacante Valdeir fez uma jogada sensacional pelo lado esquerdo, deu passe para o veterano, mas sempre bom jogador, Toninho Cerezo, pelo lado direito. Ele não teve a menor dúvida, enfiou o pé e meteu para o fundo da rede tricolor. O time do Grêmio que tinha Danrlei, Charles, Caio, Jamir, Branco, Carlos Miguel, entre outros, mais uma vez estava dando adeus a uma competição"

Toninho Cerezo foi um grande jogador que vi atuar ao vivo em 1993

Mais tarde este time do São Paulo conquistaria o bi mundial em Tóquio. Saímos do Beira-Rio indignados com a derrota do Grêmio. Alguns torcedores chutavam as paredes da casa do Inter, como que querendo colocar a culpa no rival, o que sinceramente era uma bobagem. Não sei como eu cheguei em casa, só sei que no outro dia eu já estava trabalhando de novo. 


Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...