terça-feira, 4 de abril de 2017

Novo Hamburgo está perto de quebrar um jejum de 31 anos!

Entrevistando o zagueiro Júlio Santos. Tenho convivido diariamente com os jogadores do Noia e eles estão querendo muito fazer mais história com a camiseta anilada. Foto: Adilson Germann/ECNH

Alô, amigos!

Naquela época, em 1985/86, eu ainda estava na arquibancada e por vezes, era gandula nos jogos do Esporte Clube Novo Hamburgo no saudoso Estádio Santa Rosa durante o Gauchão. Nestas duas temporadas, o Noia esteve entre os quatro melhores times do Estado. A fase final da competição era em um quadrangular de turno e returno. Foi a última vez que o Novo Hamburgo figurou entre os quatro melhores equipes do Gauchão. Um time que tinha grandes jogadores como Marquinhos, Bob, Solis, Robson, Valdo, Romário, Bizu, Anchietinha, entre outros! 

"Portanto, há exatos 31 anos o anilado não se classifica para a decisão do Campeonato Gaúcho. Acredito, sinceramente, que desta vez o Novo Hamburgo não deixará esta chance escapar, embora, tenha um adversário, o São José, muito difícil para ser batido. Porém, a vitória por 1 a 0 conquistada fora de cada e o futebol consistente apresentado pelo time em toda a competição me leva a crer nesta glória. Outra coisa que o torcedor deve saber: os jogadores do Novo Hamburgo estão focados demais, querendo muito chegar a uma decisão. Digo isso, porque convivo diariamente nos treinamentos, nos jogos e em viagens com estes caras. Hoje, 31 anos depois, como jornalista esportivo, estou junto com o time do meu coração"

Creio então, apesar de respeitar o Zequinha, na classificação do Novo Hamburgo para a semifinal, provavelmente, contra o Grêmio. O Noia está muito perto de quebrar um jejum de 31 anos sem chegar entre os quatro melhores times do Gauchão, também com grandes jogadores como Matheus, Júlio Santos, Assis, Jardel, Amaral, Preto, Juninho, João Paulo, entre outros!

ASSISTA O FÓRUM DEBATES NA RÁDIO ABC

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...