sexta-feira, 28 de abril de 2017

A vida, o futebol e o jornalismo esportivo!

Fabiano foi o grande nome do Inter neste Gre-Nal que ficou para a história

PARTE IV
(1995-1998)

Alô, amigos!

GRÊMIO X INTER - PARTE IV (1995-1998) 

AGOSTO DE 1997

Não tenho dúvida, que depois do Gre-Nal do século, este foi o mais importante na história, principalmente, para torcida colorada, que jamais vai esquecer o dia em que o Inter enfiou uma sonora goleada de 5 a 2, em pleno Estádio Olímpico. O torcedor do Inter, que costumava dizer que o Olímpico era o seu salão de festa em Porto Alegre. Para falar bem a verdade eu não lembro onde estava nesse dia. Acho que até estava em casa assistindo o clássico pela televisão. Foi um ano bastante duro para mim. Pois ainda lutava para me colocar no mercado competitivo que é o jornalismo, principalmente o esportivo.

"Mas, voltamos para o Gre-Nal. Afinal de contas, este jogo marcou a vida e a despedida de muita gente. Por exemplo: Fabiano e Christian foram os destaques nessa partida. Por outro lado, o zagueiro Luciano, do Grêmio, praticamente estava dizendo adeus ao time. Até mesmo o guerreiro Danrlei sentiu uma lesão um tanto quanto estranha e pediu para sair quando o jogo já estava nas mãos do Inter e se encaminhava para uma goleada. Ele saiu antes dos 5 a 2. O jogo era válido pelo Campeonato Brasileiro, o Grêmio com um time diferente em relação primeiro semestre. O Inter estava motivado pela conquista do Gauchão em cima do tricolor. Mas jamais alguém poderia imaginar que em pleno Estádio Olímpico o Inter arrasaria com o rival. No outro dia, pelas ruas, no trabalho, na Redenção, no Marinha ou no Gasômetro, o flauta foi uma só" 

Um dos gols do atacante Fabiano foi de humilhar o adversário. Ele driblou meio time do Grêmio e por pouco não entrou com bola e tudo. “Uuuhh Fabianooo, uuuhh Fabianoooo”, gritava o torcedor colorado espremido no Olímpico. Um jogo como esse realmente vale como a conquista de um campeonato. Depois deste jogo, a velha gangorra voltou ao futebol gaúcho. Quando um está lá em cima, o outro sempre está lá em baixo. É esquisito, nunca os dois estão bem. Depois disso, o Grêmio caiu como uma estrela cadente. Foi mal no Brasileirão e demorou até retomar os sentidos. Já o ano estava ganho para a torcida colorada. Conquistou o Gauchão em cima dos azuis, e venceu de goleada por 5 a 2 no salão de festa dos vermelhos. 

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...