sexta-feira, 25 de agosto de 2017

A vida, o futebol e o jornalismo esportivo!

Time do Caxias, campeão gaúcho de 2000 sob o comando do técnico Tite
PARTE V
(1999-2002)

Alô, amigos!

CAXIAS X GRÊMIO - PARTE V (1999-2002) 

JUNHO DE 2000

Primeiro foi o Juventude em 1998. Agora era a vez do Caxias, grande rival do Ju na serra gaúcha. Se bem que o Grêmio fez de tudo para evitar que mais um clube do interior do Rio Grande do Sul conquistasse o Gauchão. Mas não conseguiu. Até por que, o Caxias estava disposto a repetir o feito do seu rival. Estava muito frio. Eu estava ansioso para narrar este confronto. Afinal de contas seria a minha primeira decisão. E narraria o jogo em Caxias do Sul. Estava ansioso também porque quatro dias depois eu estaria viajando para São Paulo, mas precisamente em Ribeirão Preto, onde seria disputada a Copa do Mundo de futebol dos Trabalhadores. Era também a minha primeira viagem de avião, por isso, também a ansiedade. 

"Para transmitir a decisão no Estádio Centenário pela Rádio Progresso 900 AM (hoje ABC), lá estavam além de mim, o comentarista Antônio Mendes e o repórter Leandro Staudt. O frio congelava as pernas e endurecia a língua. Chegamos por volta das cinco da tarde, para instalar os equipamentos de transmissão da rádio. O jogo estava marcado para começar às 21h40. E a transmissão começaria às 20h, depois da Voz do Brasil. Faltando dez minutos para às oito horas da noite o cabo do repórter ainda não estava pronto. Depois de percorrer quase cem metros de cabo, eu descobri que o problema era de conexão e por isso não transmitia para a central. Desesperado, cortamos o cabo com uma faca e conectamos os fios novamente. Finalmente estava tudo ok e nós estávamos prontos para entrar no ar" 

Foi um jogo trepidante. De muita velocidade. O Caxias deu um banho de bola no Grêmio que era treinado pelo Antônio Lopes. Um dos maiores técnico do Brasil estava surgindo neste campeonato: Adenor Bacchi, o Tite. O treinador do Caxias encaixotou o time gremista durante a partida. Enfiou 3 a 0 ao natural. Pelo lado direito de ataque, Jajá driblou o adversário e cruzou para a entrada da pequena área. O meia Gil Baiano subiu mais que a defesa do Grêmio e conclui de cabeça para as redes do goleiro Silvio (Danrlei foi reserva nas finais). Eu narrei o lance com precisão e soltei o grito de gol. No segundo tempo, em uma cobrança de falta, o volante Ivair fez o segundo. O Grêmio era um time sem alma em campo. O gol que definiu o placar foi depois dos quarenta minutos, quando o então jovem Márcio Hahn entrou para da mais força na marcação, escapou pelo lado esquerdo e fuzilou o gol de Silvio. Final de jogo: 3 a 0 para o Caxias. 

Para mim foi uma grande emoção. Naquela madrugada quando cheguei em casa quase não consegui dormir, só pensava no jogo e se eu narrei bem. Apenas no outro dia escutaria a fita gravada pela minha irmã. No jogo da volta em Porto Alegre, o jogo não passou de um 0 a 0, e com isso o Caxias conquistou o título gaúcho desta temporada. Não estive presente nessa partida, pois já estava em Ribeirão Preto, para transmitir os jogos do Mundial dos Trabalhadores.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...