terça-feira, 10 de outubro de 2017

Capitão Preto jogará o Gauchão?

Preto foi o capitão que ergueu a maior taça de todas em 2017. Foto: Adilson Germann

Alô, amigos!

No livro O Gigante Invisível, de minha autoria, que conta a trajetória do título gaúcho do Novo Hamburgo deste ano, escrevi que o maior jogador da história do clube é pra mim, sem nenhuma dúvida, João Luis Ferreira da Silva, ou simplesmente Preto. Ele foi o responsável por erguer a taça de campeão. Preto, representou inteiramente o torcedor anilado dentro de campo. Ele foi o símbolo desta conquista inédita!

"No entanto, passados exatos cinco meses do título, muita coisa mudou na vida do jogador. Após ter atuado por um mês defendendo o Noia na Série D do Brasileirão, ele foi anunciado pelo clube como coordenador técnico da categoria de base. Pra todos nós anilados caiu como se o Preto estivesse dando adeus aos gramados. Ele tratou logo de tentar acalmar os corações anilados afirmando que jogaria o Gauchão de 2018. Depois disso, conversei algumas vezes sobre este assunto com o amigo de longa data que fiz no futebol. E, confesso, que não senti firmeza no Preto"

Aos 36 anos ele decidiu mesmo encerrar a sua brilhante carreira. Talvez, atue pela última vez com a camiseta do Novo Hamburgo no próximo Gauchão. Digo, talvez, por que não tive certeza ao conversar com ele. Acredito que até o Preto esteja em dúvida, se joga ou não! O técnico Beto Campos me disse que conta com ele. De qualquer forma, independente da sua decisão, estaremos sempre ao seu lado. Afinal de contas, Preto é o maior jogador de futebol da história do Novo Hamburgo!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...